REVIEW - One-Shot, Maçã, Menino Gênio, Mamutes e Mutano - Apple

1
  • segunda-feira, 26 de dezembro de 2011
  • Robert Reis
  • Marcadores: , , , , , , , ,
  • Dae pessoal! Não, não estou falando da marca de tablets e uma porrada de outras coisas, nem de uma empresa de comics com o nome do distrito que fica a capital dos Istêidis. Estou falando de um one-shot, uma obra que tem apenas um capítulo, no MÁÁÁXIMO dois, que contém um pouquinho mais de páginas, justamente porque uma história inteira em FODENDO 19 páginas e putaria com o autor. Então as obras assim costumam ter de no mínimo 30 até umas 75! Sei lá, já ví! Seabem o que é ócio profissional e procrastinação? Isso me move no meu trabalho! Quando eu estou no puro ócio eu vou procurar algum mangá pra ler e quando eu estou tentando adiar algum afazer... Eu vou ler um mangá! Nas minhas escolhas eu costumo ser totalmente aleatório e não foi dessa vez que alguma coisa mudou! Estava eu lá no site pra ler mangá online quando eu resolvi inovar e procurar algum anime com a letra A... Achei esse one-shot! Algo até que conveniente pra ler no horário de trabalho, convenhamos! E o mangá, one-shot, que falarei hoje é Apple.




    Aramiya Satoshi é um garoto solitário, que não tem lembranças do seu passado e possui um incrível poder: transformar-se em todos os tipos de seres vivos. E ele usa esse poder pra poder viver tranquilamente, na medida do possível em um terreno abandonado. Então as forças mundiais decobrem o real poder de Satoshi e querem levá-lo de onde mora para fazer estudos cientificos macabros e que concerteza tentará castrá-lo de alguma maneira, mas o garoto usa de seu dom para poder se livrar das garras das Forças de Paz que vão constantemente atrás dele.

    E depois de várias vezes se sair vencedor, um novo personagem, totalmente saído das páginas de Phi Brain, aparece. Poderia muito bem ser aquele mulequinho com o título de Edison, mas o nome desse camaradinha é Steward Grimm (Irmãos Grimm é lecal! \o/) E além de ele vir pra tentar ajudar o Satoshi, eles acabam se tornando amigos com o passar do tempo. Steward começa meio maléfico no iniciozinho da história, mas no decorrer ele mostra também seu lado infantil, de um garoto vivendo com o irmão, essa é a relação dele com o Satoshi.

    No mais, além do poder (muito dahora, diga-se de passagem) de poder se transformar em qualquer criatura viva existente na Terra, ele tem poderes psiquicos elevadíssimos. E é essa a razão mais que qualquer outra coisa que faz com que o mundo esteja de olho nele. Ele é o Apple, o ultimo estágio da cadeia evolutiva, um ser completo que nasceu pra salvar a Terra de uma grande assombrosidade (gostei dessa palavra! RIARIA!)  que está por vir. Sendo ele o único que pode com a tal assombrosidade (RIARIA!) ele tem que está preparado pra morrer... Mas ele não tá nem aí se isso for ajudar as outras pessoas, e esse é o ato que faz com que Steward comece a admirá-lo. E ainda tem um restinho de história sem spoiler que vocês podem acompanhar.

    Apple é uma história de Naomi Koshi, lançada em 2008 na Jump Square, da Editora Shueisha . Seus gêneros são Comédia, One Shot, Ficção Científica, Shounen e Sobrenatural. E Apple é aquele tipo de história com moderação de porrada, tipo, ao extremo mesmo! Só tem quando é necessário. Se colocassem um Slice of Life alí no meio dos gêneros eu não iria estranhar nem um pouco. E isso não torna a história mais desinteressante nem nada do tipo. Eles usam todo o tempo disponível pra poder desenvolver os dois personagens principais o quanto puderem.

    Tem um pouco de drama também, naquele spoiler maroto, mas a parte que o Steward é baleado, chega a ser comovente. Ali está a maior representação que Apple é um Shounen, se não fosse isso e a série estar na SQ eu nem saberia classificá-lo. O poder da amizade se mostra ali. Satoshi nunca na vida teve um amigo, então quando ele descobre que o Steward é alguém tão importante pra ele ao ponto de ser seu amigo, quando os caras das Forças de Paz balearam o Steward o Satoshi ficou bem putinho e resolveu que iria defender seu único amigo. Mas uma coisa que não tem graça, é o Satoshi ser tão poderoso e manjar até que bem dos seus poderes. Com seus poderes o Satoshi salvou a vida do Steward e tudo ficou bem. O Steward era necessário até o final e o drama não era um dos focos principais do mangá, por isso eu relevo a coisa toda. Como disse antes, se não fosse o fato do "Poder da Amizade" e de estar numa revista voltada para o público Shounen, não saberia definir um público-alvo para Apple. O que nem de longe é algo ruim.

    É uma leitura recomendável para qualquer jovem que esteja afim de quebrar a monotonia de porradas constantes das animações como, Naruto, Bleach e a porra toda, mas o legal é que serve pra entrenter o cara que acabou de chegar do serviço e não quer ver o Duro de Matar 357 com o Bruce Willis tiozinho. Ou o Rambo 2 reprisando no TCM. Até a sua mãe noveleira pode gostar de ler Apple. Uma leitura agradável pra qualquer pessoa.


    E assim eu termino mais esse Review, agora de um One-Shot, coisa que não vai ser dificil de aparecer por aqui, porque tem muito one-shot bom de verdade por aí. E é isso por hoje! Mas só pra trollar vou deixar aí em baixo um vídeo... De Vocaloid! MWAHAHAHA! O quanto será que vocês conseguem aguentar hein? xD Sem mais! See ya!

    1 comentários:

    1. Anônimo disse...
    2. Esse é um desenho muito legal quase não sai para faser nececidade por causa que eu não tirava o olho do monito...

    Postar um comentário

     
    Copyright 2011 OtaKrazy Blog