MangaGods - Togashi Yoshihiro

0
  • quinta-feira, 29 de dezembro de 2011
  • Robert Reis
  • Marcadores: , , , , , , , , ,
  • Dae pessoal! Lá estava eu, cheio de indecisões! Sobre o que eu falo agora meu Odin? Há tantas opções, mas nenhuma é fácil e eu estou com preguiça! Daí eu tive a brilhante idéia de fazer todos, a questão é, qual eu postaria agora e qual eu deixaria pra depois? Well, isso foi mais fácil, já que eu sempre tenho o uni-duni-dê pra me auxiliar em momentos de dificuldade. Então por isso, hoje teremos mais um post da coluna MangaGods! Venho aqui, hoje, falar, de, um, cara, que se não fosse pelo Estúdio Audio News, não teria o mesmo sucesso que teve com a sua primeira série BOOM, aqui no Brasil! Coisas como "Rapadura e doce manémole não!" e similares gírias safadas dos anos 90, fizeram com que a dublagem da série se torna-se tão EPIC WIN quanto ainda é hoje em dia. E só com essa série o cara vendeu mais de 40 MILHOS GRANDES de cópias. Se você é um cara nostálgico já sabe que estou falando de Yu Yu Hakusho, e também sabe que o Sensei de hoje é o Togashi, até porque tá alí no título da posagem! '-'b Bora lá então.



    Togashi nasceu em Shinjō, Yamagata no ano de 1966, o que o faz, cronologicamente falando, ter 45 anos de idade, OU NÃO! Vai que ele é um mentiroso! Ele começou na carreira de mangaká em 1986, que foi o ano que a Shueisha foi lá, sugar a alma dele pra trabalhar pra eles. Apesar de Togashi ser bem famoso por suas duas séries Shounen, totalmente modafócas diga-se de passagem, ele tem até que uma variedade de público-alvo nesse período de três décadas que ele vem atuando como mangaká.Algo legal, e curioso, sobre o Togashi, foi um presente que ele deu pro seu filho, um livro infantil, kodomesco, com arte sua e história da sua mulher... Quem é sua mulher? Ninguém menos do que a Sailor-Mãe, Naoko Takeuchi (Me lembrou Air Gear e os gêmeos Takeuchi du mau), e deixa que mais pra frente eu TENTO me aprofundar um pouco nessa bagaça!

    Togashi fez parte do Clube de Artes Plásticas, quando estava no Ensino Médio japonês. E depois estudou na faculdade de Yamagata com aspirações professorescas. E ele só não realizou seu sonho porque ele começou a mandar uns trabalhos pra Young Jump, e o pessoal da Shueisha viu que o jovem tinha talento pra coisa toda chamada mangá. Isso ficou meio que evidente quando finalmente, ele ganhou o Prêmio Osamu Tezuka com o mangá Buttobi Straight (ぶっとびストレート) e a Shueisha gritou: "Esse carinha ae é meu, caralea!!" Nessa época, Togashi tinha seus 20 anos de idade. Então, Togashi se mudou pra Tóquio, o lugar onde tudo acontece... Vegas pra quê?

    Togashi é amigo de outro mangaká da Jump, algo que não é totalmente estranho, já que sempre um amigo do outro, Masashi Kishimoto. O cara da relação amor e ódio dos brasileiros com Naruto. Masashi Kishimoto e outros tantos mangakás compareceram ao casamento do Togashi com a Naoko Takeuchi (Sora FTW) que ocorreu em 1999. Togashi é famoso por trollar seus leitores com longas pausas ou com inconsistências em seus roteiros.  No caso de Yu Yu Hakusho, ele disse que a história estava lhe causando muito stress, problemas pra dormir e até dor no torax. Em Hunter x Hunter, o problema nem foi a inconsistência no roteiro e sim as diversas paradas do autor, o que fez com que Hunter x Hunter tenha apenas 330 capítulos, dos quais até o 310 estão encadernados em 29 volumes tankobon. Hunter x Hunter é de 1998. Air Gear (Sim, eu gosto de Air Gear!) Que é de 2003, tem 340 capítulos com 33 volumes encadernados. Só pra vocês terem uma idéia.


    Agora, falemos de suas obras de maior relevância. E a primeira que caiu nas graças do público mundial, foi Yu Yu Hakusho. A história do Detetive Espiritual que foi serializada pela Shonen Jump no período de 1990 à 1994 com 175 capítulos guardados em 19 volumes encadernados.no Braisl a história foi publidaca pela Editora JBC no mesmo formato de publicação que o japonês. O anime, feito pelo Estúdio Pierrot, foi transmitido pela Fuji TV e depois pela Animax. Aqui no Brasil ela rodou mais que BeyBlade (Mas que piada genial! MWAHAHA!), passando pela Manchete, depois Rede TV!, depois Bandeirantes, Depois Cartoon Network, passou pela Rede 21 e agora tá na TV Diário, do Ceará, transmitido em um bloco infatil em um horário ingrato. Triste fim. A série conta a história de Yusuke Urameshi, um bad boy que morreu atropelado ao tentar salvar uma criança. Como seu ato foi inesperado por todos, principalmente pelo Mundo Espiritual, Yusuke teve a chance de voltar a viver quando decidiu salvar uma amiga de infância em troca de seu retorno ao Ningenkai. Ao retornar à vida na Terra, descobre que uma condição para o seu retorno era a de se tornar um Detetive Espiritual. Devendo se dedicar a combater os demônios do Mundo das Trevas que por um acaso venham a se infiltrar no Mundo dos Homens. Os amigos de Yusuke o acompanham em sua trajetória. São eles Kazuma Kuwabara (um amigo de colégio com quem ele disputava brigas na rua, mas cuja relação ficou muito mais humana e sincera depois da morte de Yusuke), Kurama e Hiei, dois youkais(demônios), que se aliaram a Yusuke. Além dos 112 episódios para televisão, também foram lançados um OVA e um filme. Ambos não possuem ligação cronológica com a série de TV. O OVA narra a história de Yusuke e Kuwabara indo ao resgate de Koema, enquanto no filme, combatem os habitantes do Meikai (espécie de "Céu" do Mundo das Trevas), em defesa da Esfera do Poder.


    O próximo mangá, em ordem cronológica, de sucesso do Togashi é Level E, que ele começou a escrever e 1995, dando um ano de pausa entre Yu Yu Hakusho e essa obra. Level E também saiu pela Shonen Jump da Shueisha e teve até o seu final em 1997, 16 capítulos, compilados em 3 volumes encadernados que nenhuma editora brasileira teve a coragem de nos trazer. Talvez venha, talvez não venha, quem sabe? O anime de Level E é novinho em folha, sendo desse ano do período de Janeiro à Abril, contando com 13 episódios ao total. No Japão, o anime foi transmitido pela TV Tokyo e sem previsões, nesse século desse anime passar por aqui. Apesar do tema Sci-Fi, essa é uma história mais leve e descompromissada, com bem mais humor do que as outras obras mais cult do Togashi. A sinopse gira em torno de uma Terra que foi povoada por milhares de extraterrestres de toda galáxia. Ouji, príncipe do planeta Dogra, cai aqui na Terra e perde sua memória. Ele encontra Tsutsui e conta achar que era um alien, Tsutsui não acredita mas curioso resolve entrar no jogo do Ouji e acaba vendo que Ouji era realmente um alien. A série ainda não conta com nenhum OVA ou jogo. Com certeza das séries de mais prestígio do Togashi, essa é a que o pessoal japa deu menos bola. Não que seja ruim!

    Só existia essa abertura espelhada! Malz ae!

    E o ultimo mangá famozin do Togashi é o tão adorado por uns... Não conheço muitas pessoas que odeiam ele mas devem ter! Hunter x Hunter que é o mangá que começou em 98 e tá trollando os fãs dele até hoje com as infinitas pausas do Togashi. Hunter x Hunter tem 330 capítulos, dos quais até o 310 estão encadernados em 29 volumes tankobon, como já havia dito e acabei de kibar de mim mesmo. O mangá sai pela SHonen Jump da Shueisha, já que o Togashi parece ter um contrato vitalício com os caras, e por aqui o mangá sai, mais ou menos (Por culpa do Togashi) pela JBC. O anime teve duas versões. A primeira, que rolou entre Outubro de 1999 à Março de 2001, teve uma animação feita pela Nippon Animation que não agradou a todos e dividiu opiniões, principalmente na parte da dublagem. Essa primeira adaptação teve 62 episódios e teve um final na saga York Shin, onde o Togashi tava ainda. Depois disso, ouve uns OVAs que completaram um pouco mais, até a saga Green Island, com um final definitivo pra essa adaptação. Essa versão foi transmitida no Japão pela Animax e depois pela Fuji TV. Por aqui ela foi transmitida pela Animax brasileña e pela Rede TV! Uma versão que os fãs chegam a cuspir na tela, por causa da censura. Essa nova versão é feita pela MadHouse, casa de séries como Trigun, Death Note, Monster e Summer Wars. Essa versão começou em Outubro e até agora tem 12 episódios. Hunter x Hunter conta a história de Gon, Leorio, Kurapika e Killua, que se encontram quando iam fazer o exame para se tornar um Hunter, um exame difícil com provas sobre-humanas com o objetivo de verificar se o examinado realmente é apto para se tornar um Hunter. Na sequência são mostrados os encontros e desencontros dos quatro amigos enquanto o autor mostra um pouco mais do imenso mundo que ele próprio criou, misturando RPG, Aventura e Ação.

    Versão de 1999 - Primeira Abertura

    Versão de 2011 - Primeira Abertura

    E é isso pessoal! De repente, ainda essa semana rola outro MangaGods, o que eu duvido, mas a esperança do otimista é a ultima que morre, né não? Espero que tenham gostado e se gostaram comentem. Comentem algo que faltou ser dito e/ou sua opinião sobre as obras do Togashi-sensei! Sem mais! See ya!

    0 comentários:

    Postar um comentário

     
    Copyright 2011 OtaKrazy Blog